Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019

Política
Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 15h:40

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

Vereador Abilio entrega defesa e reafirma combate à corrupção na prefeitura de Cuiabá

Jô Navarro

Reprodução

Cuiabá - Terminou nesta quinta-feira (14) o prazo para que o vereador Abilio Junior (PSC) apresente sua defesa no processo de cassação de mandato na Comissão de Ética da Câmara Municipal, de autoria do seu primeiro suplente Oseas Machado. Segundo o vereador, a defesa já foi apresentada e pede o arquivamento da denúncia de infração político-administrativa de autoria de seu primeiro suplente Oseas Machado.

Para o vereador Felipe Wellaton (PV) o pedido de cassação é uma tentativa de derrubar Abilio no 'tapetão', em benefício do principal interessado, Oseas Machado.

Wellaton colocou-se como defensor do colega. "Abilio, você tem feito um grande mandato, eu me dá a honra de estar labutando ao lado de grandes vereadores, são grandes enfrentamentos, são quadrilhas que nós estamos enfrentando. Isso aqui vai passar Abilio. Como você falou, nó vamos levantar mais jovens, mais pessoas, mais cidadãos engajados, que são contra o aumento do salário do prefeito, que são contra a locação de veículos, que são contra celulares, que são contra mordomias. A população está vendo, está escutando, as redes sociais deram transparência, deram poder a vocês [apontando para a galeria]", disse Wellaton.

O vereador Abilio, em pronunciamento na tribuna, reafirmou que lutará com todas as forças e apontou o interesse pessoal de Oseas Machado, que virá ocupar sua vaga caso a comissão vote pela cassação. Abilio relembrou que Oseas Machado era diretor do Hospital São Benedito quando foi realizada a CPI da Saúde.

"Na qualidade de presidente da CPI eu tinha autoridade para verificar documentos e abrir gavetas", disse o vereador, relembrando que foi assim que conseguiu, juntamento com assessores e o vereador Diego Guimarães, comprovar a corrupção no Hospital São Benedito. Os documentos foram entregues ao Ministério Público, que abriu inquérito e acabou deflagrando a operação Sangria, prendeu o ex-secretário de Saúde Huark Douglas, o TCE determinou a suspensão de contratos no valor de mais de R$ 90 milhões e a realização de concurso público.

Abaixo-assinado

Um abaixo-assinado está colhendo assinaturas contra a cassação do mandato do vereador Abilio Brunini no portal  change.org . Até o momento desta publicação já obteve 7.142 assinaturas.

Assista aqui a sessão da Câmara nesta quinta-feira:

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO