Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020

Política
Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 12h:21

DIA TENSO

Caiado rompe com Bolsonaro, que discute com Doria e cancela coletiva com Mandetta

Jô Navarro

Reprodução

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, em coletiva de imprensa esta manhã, anunciou seu rompimento com o presidente Jair Bolsonaro.

"Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo. Mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso. Não faz parte da postura de um governante."

Caiado, que é médico, afirmou ainda que se trata de um rompimento definitivo. "Acabou. Não pode governar de acordo com o humor dele, senta e desautoriza todo mundo."

Presidente e João Doria discutem durante videoconferência

Nesta quarta-feira (25) o presidente Jair Bolsonaro, durante videoconferência com governadores do Sudeste, o clima tenso predominou. Bolsonaro respondeu rispidamente ao governador de São Paulo, João Dória (PSDB). Houve troca de acusações sobre a forma de conduzir a crise sanitária. Bolsonaro disse que Doria não tem autoridade para criticá-lo depois de ter sido eleito com sua ajuda em 2018 e depois ter lhe virado as costas.

- Peço que o senhor tenha serenidade, calma e equilíbrio. Mais do que nunca, o senhor precisa comandar o país, disse Doria.

- Subiu à sua cabeça a possibilidade de ser presidente da República. Não tem responsabilidade. Não tem altura para criticar o governo federal, que fez completamente diferente o que outros fizeram no passado. Vossa excelência não é exemplo para ninguém”, declarou o presidente.

Coletiva cancelada

Foi cancelada a coletiva de imprensa que havia sido marcada pelo Planalto após a videoconfeência do presidente Jair Bolsonaro com governadors. O Ministro da Saúde Henrique Mandetta e o presidente falariam sobre o enfrentamento da pandemia. O motivo do cancelamento não foi divulgado.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO