Domingo, 27 de Setembro de 2020

Política
Quarta-Feira, 29 de Julho de 2020, 17h:31

OPINIÃO

Aliança de Bolsonaro, Aras e corruptos é execrável e terá resposta nas ruas e nas urnas

Ver Jair Bolsonaro ombrear-se com políticos investigados, condenados, tramando para obstruir a Justiça, desqualificar os promotores da Lava Jato, é algo que até os mais radicais bolsonaristas jamais imaginaram ser possível.

Jô Navarro

Reprodução

Presidente Bolsonaro foi eleito justamente com a bandeira anticorrupção, na defesa da Lava Jato, tanto que convidou e convenceu o então juiz Sergio Moro a abdicar de 22 de magistratura para ser Ministro da Justiça.

Hoje vemos que Bolsonaro traiu os eleitores, a Nação, e não difere daqueles da esquerda envolvidos em corrupção, lavagem de dinheiro, dentre outros crimes.

O discurso do Procurador-Geral da República Augusto Aras em live com advogados que defendem os corruptos investigados e/ou condenados pela força-tarefa da Lava Jato é um ataque inaceitável. Aras, que anseia ser indicado pelo presidente para ocupar uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal, envergonha o Ministério Público Federal. Ele está advogando para defender os corruptos.

Outra maquiavélica manobra política partiu do presidente do STF, Dias Toffolli, para impedir a candidatura de Sergio Moro a Presidente da República em 2022. Toffoli defende que ex-juízes devem esperar 8 anos para se candidatarem a cargo eletivo. A ideia agrada o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, cujo sogro chegou a ser preso pela Lava Jato.

Para combater Sergio Moro e a Lava Jato, Jair Bolsonaro se ombreia até mesmo com o PT e a grupos notoriamente corruptos. Isto é execrável, inaceitável e terá dos brasileiros de bem a resposta devida, nas ruas e nas urnas.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO