Sábado, 16 de Novembro de 2019

Nacional
Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 18h:43

CRISE NO PSL

“A gente foi tratado [sic] como um cachorro desde que ele ganhou a eleição. Nunca atendeu a gente em porra nenhuma”, conta Felipe Francischini

Cícero Henrique

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Deputado Felipe Francischini

O clima político em  Brasília está tenso e ninguém confia no outro, principalmente os deputados e demais lideranças do PSL, depois que a gravação feita pelo deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) que confessou a autoria da ação em entrevista ao site “O Antagonista”. O áudio da conversa dos parlamentares que dura aproximadamente nove minutos foi disponibilizado pelo site “R7” que informou ter conseguido apenas acesso ao arquivo de voz.

“A gente foi tratado [sic] como um cachorro desde que ele ganhou a eleição. Nunca atendeu a gente em porra nenhuma”, conta Felipe Francischini em conversa gravada do PSL em relação a Jair Bolsonaro.

A desconfiança é geral agora, principalmente da figura do presidente da República, Jair Bolsonaro(PSL), que não consegue apaziguar nem mesmo seus filhos. 

Deputados agora tentam falar o menos possível e evitar encontros com aqueles mais indignados com a postura do presidente. O fato é que exite muitos infiltrados com objetivo de gravar conversas e repassar para a imprensa.

Ao deixar a convenção do PSL, o deputado federal Delegado Waldir, saiu denunciando o presidente Jair Bolsonaro, de que ele intervém no Parlamento, interfere no Parlamento, oferecendo a parlamentares que votassem contra mim… ele oferece fundo partidário, oferece cargos.”

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO