Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018

Mato Grosso

Sexta-Feira, 13 de Abril de 2018, 16h:01

O FILHO PODE IR JUNTO

Vídeo da propina pode ser enterro político de Emanuel e demais deputados

Cícero Henrique

Reprodução

Deputados pegando supostas propinas

Quando o assunto é Emanuel Pinheiro (MDB), aliados e adversários concordam em um ponto: a sagacidade e o dom para gestão e articulação política do prefeito não são mais os mesmos, principalmente depois da imagens de recebimento da suposta propina na gestão do ex-governador Silval Barbosa. E se este é mesmo o último ato, pode-se dizer que a imagem será a pá de terra final em seu melancólico encerramento de carreira, como também o fim da pretensão da candidatura de Emanuel Filho a Câmara Federal.

Desde que assumiu a prefeitura, Emanuel Pinheiro sofre para lidar com problemas pontuais na Saúde e infraestrutura. O grave é que nesta área não se admitem inércia ou procrastinação: não é à toa que os telejornais da Capital noticiam, quase todo dia, a morte de pacientes maltratados na rede municipal de atenção básica.

Por teimosia ou qualquer outro motivo de ordem comportamental, o prefeito insiste em manter a candidatura do filho Emanuel Filho, que não tem experiência nenhuma. À exceção dele, ninguém mais está satisfeito com o lançamento da pré-candidatuar do filho.

O vídeo onde mostra o ex-deputado estadual e agora prefeito, Emanuel Pinheiro, como também deputados e ex-deputados estaduais recebendo suposta propinas será um divisor de águas nas eleições de 2018.

É possível que estejamos a testemunhar o enterro político destes homens. E é uma pena que o último capítulo, este do vídeo, seja tão danoso à sua biografia.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO