Sábado, 25 de Janeiro de 2020

Mato Grosso
Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 06h:43

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

Vereador denuncia irregularidades na administração do HMC; mãe denuncia fome na UTI pediátrica

Jô Navarro

Reprodução

Uma UTI infantil onde crianças passam fome. Esta é a realidade do novo Hospital Municipal de Cuiabá.

Na última segunda-feira ( 9 ) uma mãe em desepero recorreu às redes sociais para denunciar que crianças estavam passando fome na UTI. Segundo a mãe de uma das crianças internadas, faltou alimentação especial para bebês com intolerância à lactose, uma criança diabética recebeu alimentação comum, e outras estavam sem alimentação.

O vereador Abilio Junior, no Plenário da Câmara Municipal na terça-feira (10), apontou irregularidades na administração e a falta de anestesistas e pediatras.

Segundo o parlamentar, a empresa que administra a UTI do HMC, a Intermed, falsificou o documento da diretoria técnica. Segundo o vereador, a empresa tem no quadro de sócios funcionário do HMC, o que é proibido.

A empresa Proativo é responsável pela Pediatria no HMC, mas não há pediatra. Segundo Abilio, o atendimento é realizado por recém formados e aumentaram os índices de mortalidade e de doenças [infecção hospitalar].

O terceiro ponto destacado pelo vereador é dobre a empresa Vip, cujo diretor técnico responsável possui vínculo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Além disso, ainda faltam anestesistas no HMC e o centro cirúrgico não está pronto .

Abilio Junior insistiu que a Câmara vá até o HMC para verificar o funcionamento e apurar as denúncias de usuários.

 Vídeo compartilhado por uma mãe nas redes sociais e aplicativos de celular

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO