Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017

Mato Grosso

Sexta-Feira, 25 de Agosto de 2017, 17h:26

DELAÇÃO DE SILVAL BARBOSA

Veja quem são os investigados no inquérito sobre esquema de propinas em MT

Jô Navarro

Reprodução

Foram citados nas delações de Silval Barbosa, parentes e colaboradores, o atual ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP), o senador Wellington Fagundes (PR), senador Cidinho Santos (PR), o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), deputados estaduais José Domingos Fraga (PSD), Nininho (PSD), ex-deputado Alexandre César (PT), o ex-deputado e atual prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB), a ex-deputada e prefeita de Juara Luciane Bezerra (PSB), o atual governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), o deputado federal e ex-prefeito de Sinop Nilson Leitão (PSDB) e até o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB).

também foram citados  o ex-presidente do TCE José Carlos Novelli, mais quatro conselheiros cujos nomes ainda não são conhecidos, Luiz Antônio Pagot e o ex-secretário Pedro Nadaf.

Esta é uma lista incompleta dos citados, com os nomes que vieram à tona em trechos da delação que vazaram na imprensa. Nas próximas horas mais nomes serão confirmados.

Ao levantar o sigilo, o ministro Luiz Fux mandou comunicar a Justiça Federal em Mato Grosso, o que é prenúncio de iminente operação da Polícia Federal já na próxima semana.

Hoje os gabinetes na Assembleia Legislativa estavam vazios e ninguém queria falar sobre o vídeo que mostrou parlamentares enchendo os bolsos de dinheiro de propina.

Leia também:

JN mostra vídeo de deputados recebendo maços de dinheiro

Silval delata conselheiros do TCE, Blairo Maggi, Fagundes,Bezerra e até Pagot

Folha: Silval Barbosa denuncia Emanuel em esquema de mensalinho

Governador lembra que seu primeiro decreto determinou auditoria em contratos de Silval

Delação de Silval Barbosa esquenta o caldeirão político em MT

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO