Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018

Mato Grosso

Domingo, 10 de Junho de 2018, 08h:30

FICHA SUJA

STJ mantém condenação de Muniz com suspensão dos direitos políticos

Três ex-prefeitos se tornaram fichas sujas este ano em Mato Grosso

Cícero Henrique

Arquivo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), por meio da Primeira Turma, manteve condenação do ex-prefeito de Rondonópolis Percival Muniz (PDT) por improbidade administrativa. Acusado de ter promovido, quando prefeito, excesso de propaganda institucional promovendo a própria imagem e até de familiares, Muniz foi condenado pelo TJMT em 2016 à suspensão dos direitos políticos por 5 anos e multa.

Muniz é o terceiro político a ficar inelegível em Mato Grosso, ao lado do deputado e ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) e Wallace Guimarães, ex-prefeito de Várzea Grande.

Wallace Guimarães foi condenado na operação Sodoma, por corrupção, a 12 anos de reclusão no regime inicialmente fechado por oferecer ao ex-governador Silval Barbosa vantagem indevida com objetivo de lavar dinheiro e fazer caixa 2 de campanha.

Wislon Santos foi condenado por contratação de servidores sem concurso público.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO