Sexta-Feira, 22 de Março de 2019

Mato Grosso

Sexta-Feira, 04 de Janeiro de 2019, 07h:52

AÇÃO COLETIVA

Sintep aciona Estado para cobrar pagamento do 13º salário

Diretoria do sindicato alerta os professores que se mantenham-se organizados

Redação

Sintep-MT

O SINTEP-MT já acionou o Estado por meio de Ação Coletiva com pedido de antecipação de Tutela para requerer o pagamento imediato do 13º salário aos profissionais da Educação que não os tenham recebido no ano de 2018.

Em comunicado nas redes sociais a diretoria do sindicato alerta os professores que se mantenham-se organizados "para os enfrentamentos que virão: pagamento do 1/3 de Férias, escalonamento e atraso salarial".

A direção lembra que integra o Fórum Sindical e continua, junto com outros Sindicatos, buscando negociação com o Governo para o pagamento imediato do 13º salário.

Escalonamento de salários

O secretário de Fazenda, Rogério Gallo, admitiu na quarta-feira (2) a possibilidade de escalonar opagamento dos salários de janeiro. "Mas vamos esperar os próximos dias para soltarmos um calendário objetivo e transparente”.

Segundo o secretário, a crise se aprofundou por que o ex-presidente Michel Temer não fez o pagamento do FEX em dezembro. Mato Grosso deixou de receber cerca de R$ 400 milhões.

"Nós vamos trabalhar com a regulamentação da Lei Kandir. Não vamos mais trabalhar com essa perspectiva do voluntarismo da União. Nosso objetivo é a regulamentação e que o FEX passe a ser obrigatório. Nossa proposta é que não sejam os R$ 39 bilhões [de isenção total das commodities] para todos os Estados, porque a gente sabe que a União também está em recuperação fiscal. O nosso objetivo é que seja algo em torno de R$ 9 bilhões para todos os Estados exportadores, o que daria a Mato Grosso algo em torno de R$ 100 milhões por mês", afirmou Gallo.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO