Quinta-Feira, 16 de Agosto de 2018

Mato Grosso

Domingo, 05 de Agosto de 2018, 13h:59

ELEIÇÕES 2018

Selma Arruda não consegue evitar companhia de investigados

Cícero Henrique

Reprodução/Facebook

Selma Arruda, à esquerda, não conseguiu evitar a companhia de investigados durante a convenção tucana neste domingo em Cuiabá.

Carlos Avalone (PSDB), ex-secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, foi alvo da Operação Malebolge, deflagrada em maio de 2018 em Mato Grosso. Também é investigado na Operação Ararath sob acusação de ter concedido propina para adquirir contratos com o governo. Na foto, está à direita, de camisa azul.

Os tucanos Wilson Santos e Baiano Filho foram denunciados pelo Ministério Público na mesma operação [Malebolge], que investiga desvio de cerca de R$ 30 milhões do Detran-MT.

Baiano Filho (PSDB) também responde por processos de quando exerceu a função de secretário de Estado de Esportes e também é investigado na Operação Ararath, sob acusação de ter recebido mensalinho durante a gestão Silval Barbosa. Foi delatado por Silvio Corrêa, que gravou vídeo de Baiano Filho recebendo maços de dinheiro em seu gabinete. 

Já o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) e o governador Taques são acusados pelo empresário Alan Malouf (operação Rêmora) de serem os maiores beneficiários do esquema de corrupção na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) durante a gestão Taques.

Estes são alguns dos parceiros de chapa de Selma Arruda (PSL), que declara não subir em palanque com investigados delatados pelo ex-governador Silval Barbosa ou que tenha problemas com a justiça. Em recente entrevista Selma Arruda declarou que o PSDB é "mais leve" que outras siglas no que se refere a investigados por improbidade e corrupção.

Na última semana o cabo PM Gerson Corrêa, em depoimento à Justiça Militar, disse com todas as letras que os grampos ilegais realizados por ele a mando da cúpula da PM em Mato Grosso foram pagos por Paulo Taques, primo do governador. "Pra mim, os donos disso aqui são o Paulo Taques e o governador Pedro Taques".

Neste domingo, a candidata ao Senado fez um discurso de 'caça aos corruptos", lembrando que "Pedro Taques pegou esse estado no seu pior momento, não só de crise nacional, mas herdando uma herança de corrupção cuja quadrilha assaltou esse estado e eu ajudei a prender.", disse Selma enquanto eram exibidas imagens do ex-deputado José Riva sendo preso pelo Gaeco.

Nota da Redação

Assim como em grande parte do Brasil, a maioria dos candidatos a cargos eletivos este ano em Mato Grosso é alvo de alguma investigação na esfera policial ou judiciária.

A matéria publicada hoje pelo Caldeirão Político sob o título "Selma Arruda não consegue evitar companhia de investigados" causou reações de eleitores que apoiam a ex-juiza, que é candidata a senadora pelo PSL.

Queremos deixar claro que a candidata Selma Arruda não responde nenhuma ação desse tipo e não é investigada. O texto buscou mostrar que, ao afirmar que não subiria em palanque com investigados ou corruptos, impôs a si mesma uma tarefa difícil.

Ao se dispor a uma candidatura, Selma Arruda adentrou um terreno que na prática lhe é desconhecido. Cremos que ela continuará impondo seus valores éticos e morais ao longo de sua trajetória política.

Destacamos também que ser investigado não significa necessariamente ser corrupto. Políticos são figuras públicas, que lidam com interesses públicos, portanto são passíveis de investigação.

(Atualizada às 19h32 para acrescentar a Nota da Redação)

 

6 COMENTÁRIOS:

Apesar de o titulo estar tendencioso, ao menos falaram certo quando dizem INVESTIGADOS! Muitos são investigados e não condenados, mais atenção pessoal.
enviado por: Fernanda em 06/08/2018 às 17:50:16
0
 
0
responder
INVESTIGADO É DIFERENTE DE CONDENADO BJS
enviado por: Mourão em 06/08/2018 às 17:48:28
0
 
0
responder
Mas uma notícia tendenciosa, Nilson é ficha limpa e tenho certeza que vai garantir sua vaga ao Senado, pois ao logo da sua jornada sempre fez as escolhas certas e sempre trabablhou em prol do povo
enviado por: Barreto em 05/08/2018 às 19:24:11
0
 
0
responder
Nilson Leitão é investigado, não foi culpado, e investigado qualquer um pode ser, inclusive ela. Nilson Leitão não é ficha suja
enviado por: Tatiane bezerra em 05/08/2018 às 19:00:03
0
 
0
responder
Este conceituado site já teve matérias menos tendenciosas. A Selma nao se aliou a corruptos, existe pessoas investigadas, na condição de pessoas pública todos estão sujeito a isso, inclusive a Selma. Selma, parabéns, este é o único time que pode garantir desenvolvimento.
enviado por: Anderson em 05/08/2018 às 18:52:38
0
 
0
responder
ô gente ignorante. primeiro que selma disse que não ia subir no palanque COM CORRUPTO. Investigado qualquer um pode ser uai e isso nao quer dizer que é corrupto
enviado por: Joao em 05/08/2018 às 18:42:20
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO