Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018

Mato Grosso

Quarta-Feira, 09 de Maio de 2018, 07h:26

ESQUEMA NO DETRAN

Savi e Paulo Taques são presos na operação Bônus

Foram expedidos 06 mandados de prisão preventiva e 05 de busca e apreensão em Cuiabá, São Paulo e Brasília.

Redação

Mauricio Barbant

Deputado estadual Mauro Savi

Em desdobramento da operação Bereré na manhã desta quarta-feira (9) o Gaeco cumpriu mandados judiciais contra envolvidos no esquema de propina no Detran-MT.

Já foram presos hoje o deputado estadual Mauro Savi, tido como o 'chefe do Detran' e o primo do governador Pedro Taques, o advogado Paulo Taques, ex-secretário chefe da Casa Civil.

Também foram presos os empresários Claudemir Pereira dos Santos, vulgo “Grilo e Roque Anildo Reinheimer. Em Brasília (DF), foi preso o empresário José Kobori, ex-diretor-presidente da EIG Mercados, apontada como pivô do suposto esquema.

Foragido

O advogado Pedro Jorge Zamar Taques, irmão do ex-chefe da Casa Civil Paulo Taques, é considerado foragido. O escritório de advocacia dos irmãos Paulo e Pedro Jorge foi alvo de busca e apreensão.

A operação Bônus é resultado da análise dos documentos apreendidos na primeira fase da operação Bereré, dos depoimentos prestados no inquérito policial e colaborações premiadas. Tem como objetivo desmantelar organização criminosa instalada dentro do Detran para desvio de recursos públicos.

Veja abaixo a nota do MPE-MT:
O Núcleo de Ações de Competência Originária (NACO) Criminal e o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), composto por membros do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar , deflagraram nesta manhã a segunda fase da operação Bereré, batizada como “Bônus”. Foram expedidos, pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, 06 mandados de prisão preventiva e 05 de busca e apreensão em Cuiabá, São Paulo e Brasília. As ordens partiram do desembargador José Zuquim Nogueira.

Dos seis mandados de prisão, quatro já foram cumpridos. Estão presos o deputado estadual Mauro Savi, que também foi afastado do Parlamento Estadual; o ex-chefe da Casa Civil, Paulo César Zamar Taques; Roque Anildo Reinheimer e Claudemir Pereira dos Santos, vulgo “Grilo”. Todos estão sendo encaminhados ao Gaeco e, à tarde, por audiência de custódia.

A operação Bônus é resultado da análise dos documentos apreendidos na primeira fase da Bereré, dos depoimentos prestados no inquérito policial e colaborações premiadas. Tem como objetivo desmantelar organização criminosa instalada dentro do Detran para desvio de recursos públicos.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO