Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018

Mato Grosso

Terça-Feira, 02 de Outubro de 2018, 19h:44

CONDENADO POR PECULATO

Por 4 a 3, TRE nega registro de candidatura para Gilmar Fabris

Cícero Henrique

Reprodução

Deputado estadual Gilmar Fabris

O deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) teve o registro de candidatura negado por 4 votos a 3 pelo TRE-MT.

No pedido de impugnação o MPE alegou que mesmo depois da suspensão da condenação a mais de 6 anos de prisão por peculato em continuidade delitiva, ele ainda permanece "ficha suja".

O julgamento iniciou na semana passada e foi suspenso pelo pedido de vista do desembargador Marcio Vidal. Naquela data o placar era de 3 a 2 a favor da concessão do registro. Hoje (2) Vidal ponderou que a decisão monocrática de José Zuquim [suspensão] ainda será submetida ao colegiado do TJMT. “Não se pode admitir plausível que os efeitos daquela decisão monocrática da justiça comum venha a incidir em circunstâncias que a própria lei estabelece expressamente como dependente de decisão de órgão colegiado. Pois somente a decisão de órgão colegiado pode gerar a inelegibilidade (...) Assim como não cabe a justiça eleitoral apreciar a correção ou não da decisão proferida na justiça comum”, argumentou.

Marcio Vidal votou contra a concessão do registro, assim como o juiz Antônio Veloso Peleja Júnior.

A defesa de Gilmar Fabris disse que vai recorrer da decisão.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO