Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020

Mato Grosso

Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020, 14h:53

PERICIA CRIMINAL

Politec conclui laudos de criminalística do caso Isabele

Redação

Reprodução

Isabele Ramos

A Diretoria Metropolitana de Criminalística da Politec entregou, na manhã desta terça-feira (11.08), os laudos periciais de local de crime e de balística, referentes ao caso da morte da adolescente Isabele Guimarães Ramos, ocorrida em uma residência no condomínio Alphaville no dia 12 de julho deste ano.

Os laudos foram entregues ao delegado Wagner Bassi, titular da Delegacia Especializada do Adolescente, que os anexou ao inquérito policial que investiga as circunstâncias da morte de Isabele. O laudo pericial de necropsia da vítima foi concluído no dia 22 de julho.

Segundo o laudo assinado pelo perito criminal Thiago José Resplande Lima, no dia 7 de agosto, no momento do disparo a arma estava apontada para o rosto da vítima, a uma distância que pode variar entre 20 e 30 cm, e a 1,44m de altura. 

Segundo o laudo, “no momento do tiro, a boca do cano da arma de fogo AFQ1 distava da vítima em cerca de vinte centímetros (20 cm) a trinta centímetros (30 cm). Para a estimativa do atirador, o perito considera a distância entre as mãos e a linha do tronco. Para isso, deve ser levado em conta tanto o atirador com o braço esticado ou flexionado. Em seguida, esse valor é incrementado ao valor da faixa de distância de disparo. Assim, obtém-se o valor de amplitude entre a vítima e o atirador”.

“A diferença de altura das lesões de entrada e de saída era praticamente nula. Ambas apresentavam 1,44 m de distância do solo, o que indica uma trajetória consideravelmente alinhada ao eixo horizontal do tronco da vítima. Nesse sentido, o exame necroscópico corrobora essa perspectiva ao informar que o trajeto no interior do crânio também ocorreu de forma alinhada. Portanto, resta claro que esse trajeto condiciona uma posição do atirador próximo da vítima em orientação frontal”.

Segundo a pericia o corpo não foi removido.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO