Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019

Mato Grosso

Sábado, 10 de Agosto de 2019, 09h:19

DERF CUIABÁ

Polícia Civil cumpre prisão de dupla envolvida em roubos na região metropolitana

Redação

Divulgação/PJC

Mais dois indivíduos foragidos da Justiça por cometerem roubos na região metropolitana foram presos pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (08.08), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Mayk Sampaio da Cruz e Endy Monan Cezário de Oliveira (esse portador de tornozeleira eletrônica, mas que a deixava sem bateria para cometer crimes), estavam com os mandados de prisão temporária, decretados pela Justiça pelos crimes de roubo majorado e corrupção de menores.

Os suspeitos foram identificados durante diligências para apurar um roubo ocorrido no dia 28 de junho deste ano, em uma propriedade rural localizada no distrito do Sucuri. Na oportunidade, cinco criminosos invadiram a sede, onde renderam um senhor e sua família, invadindo posteriormente a casa do caseiro.

As vítimas foram surpreendidas pelas indivíduos extremamente agressivos, os quais trancaram as mulheres em um dos quartos. Na fuga, os criminosos levaram o senhor, que somente foi libertado e abandonado nas proximidades da indústria de cervejas Ambev. Da propriedade rural, foram subtraídos diversos produtos, além do veículo da vítima.

Logo após o assalto, a Polícia Militar visualizou o veículo da vítima e determinou que parassem. Todavia, os criminosos empreenderam fuga, inclusive, trocaram tiros com a polícia, porém acabaram batendo o veículo.

Na ocasião, alguns ocupantes do veículo conseguiram fugir correndo, sendo apenas um adolescente (G.L.S.X.) apreendido. Entrevistado, o infrator relevou a identidade dos comparças envolvidos no caso. 

Conforme apurado pela Derf-Cuiabá, o roubo foi cometido pelo menor G.L.S.X., na companhia de Mayk Sampaio da Cruz, Endy Monan Cezário de Oliveira e outros dois adolescentes. O suspeito Mayk foi prontamente reconhecido fotograficamente pelas vítimas.

As investigações apontam que Endy Monan seria o responsável por dirigir o veículo até o local do crime e prestar auxílio do lado externo, até porque ele está de tornozeleira eletrônica e poderia ser identificado pelas vítimas. No momento do crime, a tornozeleira de Endy Monan estava desligada, evidenciando que ele constantemente deixa o equipamento eletrônico de monitoramento desligado.

Diante das indícios, Mayk Sampaio da Cruz, Endy Monan Cezário de Oliveira, tiveram os mandados de prisão temporária, decretados pelo Poder Judiciário e cumpridos pelos policiais civis da Derf-Cuiabá. Em interrogatório os dois permaneceram a todo tempo em silêncio.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO