Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020

Mato Grosso

Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h:36

OPERAÇÃO ALFEU

PF e Exército desocupam garimpo com 500 pessoas em Poconé

Garimpo localizado na Terra Indígena Sararé causou destruição ambiental, veja imagens

Jô Navarro

Divulgação/PF

A Polícia Federal cumpriu na quinta-feira (28/5), em Pontes e Lacerda/MT, cinco dos seis mandados de prisão expedidos e sete mandados de busca e apreensão, no âmbito da operação Alfeu. A ação teve apoio do Exército.

A PF cumpriu decisão judicial da 2ª Vara da Justiça Federal de Cáceres/MT, com o objetivo de desocupar o garimpo ilegal e apurar associação criminosa voltada ao desmatamento e garimpo no Rio Sararé. 

A área está localizada na Terra Indígena Sararé, onde as investigações apontam a ocorrência de graves danos ambientais ao rio e à vegetação ciliar. Haviam cerca de 500 pessoas no garimpo, que fugiram com a aproximação do Exército e Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa da PF, os garimpeiros agiam sem a concordância dos indígenas.

Várias embarcações foram apreendidas, além de motores. Segundo a Polícia Federal, hoje serão destruídos equipamentos de grande porte impossível de ser removidos.

Veja abaixo imagens da operação Alfeu registradas pela Polícia Federal:

Divulgação/PF

Balsas apreendidas

 

Divulgação/PF

Dano ambiental na TI Sararé

 

Divulgação/PF

dano ambiental 3.jpg

 

 

Divulgação/PF

Dano ambiental na TI Sararé

 

Divulgação/PF

Dano ambiental na TI Sararé - garimpo

 

Divulgação/PF

Dano amiental - garimpo na TI Sararé

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO