Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019

Mato Grosso

Quinta-Feira, 01 de Agosto de 2019, 18h:12

MEIO AMBIENTE

Estelionatário que se passava por fiscal para liberar carga de madeira apreendida é preso

Redação

PJC-MT

Investigadores da Delegacia Especializada do Meio Ambiente

Investigadores da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil prendeu um homem que se passava por servidor da Secretaria do Meio Ambiente (Dema) e cobrava propina para liberar cargas de madeira apreendida. O suspeito, Nilton José da Silva Junior, 47 anos, foi autuado na quarta-feira (31.07) por crime de estelionato, após ser denunciado pelo dono de uma madeireira que teve uma carga apreendida.

 A descoberta do falsário ocorreu durante abordagem de um caminhão, na região do Distrito de Nossa Senhora da Guia, que transportava madeira, com prazo de validade vencido na guia de transporte. O caminhão foi levado para o pátio da Dema, quando no trajeto o dono da carga compareceu e acompanhou os policiais até a Delegacia, onde acabou revelando que era extorquido por um suposto fiscal da Sema, informando o nome de Nilton, inclusive apresentou alguns áudios em que estavam em seu aparelho celular.

Ontem, a vítima relatou aos policiais que o falso fiscal havia novamente cobrado para resolver “pendências” referente a guia de transporte da carga apreendida. A vitima foi instruída pelos policiais a marcar um encontro, momento que o suspeito foi abordado pelos policiais, em um posto de combustível,  na capital.

Dentro do carro do suspeito, foram encontrados vários documentos públicos com nomes da Sema, comprando a falsidade do suspeito, que não pertence ao quadro de servidor da Secretaria de Meio Ambiente.

O dono da madeireira contou aos policiais que chegou a pagar R$ 18 mil ao suspeito para liberação de outra carga.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO