Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Mato Grosso

Segunda-Feira, 04 de Dezembro de 2017, 16h:24

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MT

Estágio: aprovados serão chamados em 2018

Dani Cunha

Arquivo

Tribunal de Justiça de MT

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) realizou neste domingo (3 de dezembro) a prova do Processo Seletivo para estagiários, que atuarão na sede do Poder Judiciário, na Capital e no Fórum de Cuiabá. A aplicação da prova ocorreu na Universidade de Cuiabá (Unic) e ao todo, mais de seis mil pessoas se inscreveram. A expectativa é que os aprovados sejam chamados entre janeiro e fevereiro.
 
O presidente da Comissão organizadora do Processo Seletivo de Estagiários 2017 e juiz auxiliar da presidência do TJMT, João Thiago Guerra explicou que para o início são 100 vagas para serem preenchidas assim que o processo seletivo estiver concluso. Os demais devem ser chamados ao longo do ano.
 
“Os estagiários são colaboradores que têm uma rotatividade muito grande, pois alguns se formam, uns encontram outras oportunidades de colocação profissional e por isso o cadastro é muito dinâmico. Ao longo de um ano nós chamamos entre 800 e 900 pessoas no Fórum e tribunal”.
 
O magistrado destacou a importância da seleção, tanto para quem faz, quanto para o poder Judiciário, que receberá os estagiários no próximo ano.
 
“O estágio é um processo simbiótico e interessa às duas partes. Do ponto de vista do Poder Judiciário temos benefícios, como formar melhor as pessoas que num futuro muito próximo podem voltar a trabalhar no judiciário, seja como servidores ou como demandantes. Vão nos ajudar a realizar nossa atividade fim, ainda que sob um regime supervisionado de aprendizagem. Para o estagiário é uma oportunidade dele formar seu currículo profissional, adquirir habilidades e competências. O mercado profissional hoje é muito exigente. O profissional que se forma sem ter alguma coisa a mais para oferecer para já sai em desvantagem”.
 
A diretora-geral do TJMT, Claudenice Deijany F. de Costa, que integra a coordenação do evento disse que ao todo, 350 servidores formaram a equipe que trabalhou no Processo Seletivo. Todos são da Coordenadoria de Recursos Humanos do TJ e do Fórum.
 
“Temos uma equipe de servidores bastante comprometida e foram eles que prepararam esse concurso com treinamentos, fiscais de salas, fiscais volantes que ficam nos corredores e equipe de coordenação. É um evento grandioso e importante, que envolve muitos detalhes para que tudo corra perfeitamente”.
 
Segundo a diretora do Fórum de Cuiabá, Edleuza Zorgetti o quadro da capital é composto de 547 estagiários e inicialmente os primeiros serão chamados imediatamente, uma troca e auxílio a mais para o bom desenvolvimento dos trabalhos. “Para eles será positivo porque vão adquirir a prática processual do dia a dia, praticando o que eles aprendem na teoria e para nós teremos uma ajuda muito grande nos serviços judiciários. Vamos juntar doutrina, conhecimento e a prática, tanto para ele quanto para nós”.
 
Celeste de Arruda Filho, compareceu ao local designado para a fazer a prova e estava ansiosa. Para ela, que cursa o segundo semestre de Direito, o estágio é essencial e um aprendizado importante. “A expectativa é enorme e o estágio é um passo muito importante. Espero que eu consiga essa vaga”, torceu.
 
Muitos aguardavam há algum tempo abertura do Processo Seletivo, na esperança de conseguir uma vaga para ter mais noção do que tem aprendido em sala de aula. Como foi o caso do estudante do segundo semestre de Direito, Gustavo Valentin. “Quero ter mais noção dentro da própria área do Direito, mexer com processos, o que já vai melhorar meu currículo e também vai me auxiliar nos estudos”.
 
 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO