Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018

Mato Grosso

Quinta-Feira, 01 de Novembro de 2018, 19h:17

CRIME AMBIENTAL

Dona de madeireira é presa em flagrante beneficiando madeira retirada de terra indígena

Redação

Divulgação/PF

A Polícia Federal, em operação conjunta com a Polícia Ambiental e o Exército, cumpriu nesta quinta-feira (1/11) um mandado de busca e apreensão em uma madeireira de Nova Lacerda/MT. 

Os policiais encontraram no local aproximadamente 22 metros cúbicos de madeira serrada e 333 metros cúbicos de toras (aproximadamente 101 toras) sem documentação de origem legal.

Divulgação/PF

Reserva Indígena Pequizal

Reserva Indígena Pequizal

O mandado foi expedido pela Justiça Federal em Cáceres/MT a pedido da Polícia Federal, a partir de um flagrante de crime ambiental ocorrido na última semana. A PF identificou a extração ilegal de madeiras na Reserva Indígena Pequizal

Apreensões 

Na operação desta quinta-feira em Nova Lacerda também foram apreendidos um trator, um gerador e demais materiais utilizados no beneficiamento da madeira ilegal. 

Em consequência da ação, a proprietária/sócia do estabelecimento foi presa em flagrante e encaminhada à Delegacia de Polícia Federal em Cáceres para esclarecimentos e adoção das providências legais. (Com informações da assessoria da PF)

Divulgação/PF

Toras apreendidas

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO