Segunda-Feira, 19 de Fevereiro de 2018

Mato Grosso

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 18h:39

BASTIDORES

Curtinhas do dia: Garcia, Jayme, Valtenir, delações, Zeca e o fundão do Taques

Jô Navarro

Fábio Garcia
O deputado federal Fabio Garcia antecipou sua filiação no Democrata (DEM). Ex-presidente do PSB, Garcia foi colocado de lado pela diretoria nacional que colocou no comando o deputado federal Valtenir Pereira. O caso gerou revolta e o PSB perdeu dois deputados federais e cinco estaduais. No DEM, Garcia sinaliza uma nova articulação, sem Pedro Taques.

Em data a ser marcada, o Democratas fará em Mato Grosso um ato de filiação dos novos membros, com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do ministro da Educação, Mendonça Filho, do presidente nacional do DEM, Agripino Maia, além de lideranças locais.

Pelas beiradas
Enquanto isso o ex-senador Jayme Campos vai fortalecendo o DEM e costurando sua candidatura. Quem o conhece sabe que não dorme no ponto e não dá pingo sem nó. Esperem para ver!

Valtenir Pereira
Depois de tanta confusão durante os seis meses em que permaneceu na presidência do PSB em Mato Grosso, é dado como favas contadas que Valtenir Pereira deixa outra vez o PSB e deve se filiar no MDB. Esta será a sétima troca de partido do parlamentar, que no final da tarde negou que deixará o PSB. As apostas já começaram.

Alarmista
Para o deputado estadual Zeca Viana (PDT), o discurso do governador Pedro Taques na ALMT foi alarmista. Ele criticou o governador e afirmou que há uma série de irregularidades no balancetes do governo. Dentre as irregularidades aponatadas, Viana destaca a falta de repasse de R$ 18,7 milhões para a Saúde e o desvio de recursos do Fundeb, já conhecida como 'pedalada'. O deputado ainda afirmou que o governador deve ser menos vaidoso e aceitar outras opiniões.

Zeca Viana pediu vista das contas do governo e disse que vai apresentar relatório em separado, contrário à aprovação.

Delações
São aguardadas com muita expectativa duas delaçõespremiadas. Uma, de José Riva, que deve atingir em cheio membros do judiciário. A outra é do ex-presidente do Detran, que vai arrastar muitos ex-aliados de Silval Barbosa que hoje são unha e carne com o governador Pedro Taques. Cabeças vão rolar.

Demissão em massa
O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, disse que avalia demitir servidores. É o efeito Pedro Taques, que atrasou o repasse do duodécimo e ainda disse que vai cortar 20% para conseguir pagar a dívida com o Bank Of America. A taxa de desemprego vai aumentar em Mato Grosso.

Fundão do Taques
O governador Pedro Taques também quer criar um fundo de estabilização fiscal com ajuda dos Poderes. Hoje o presidente da AL pensou melhor e reconsiderou o apoio dado ontem à proposta do governador. "Não temos mais o que contribuir, nós já estamos contribuindo, temos meio bilhão nas mãos do governo”, disse Botelho, referindo-se à dívida do Estado com os Poderes.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO