Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018

Mato Grosso

Sexta-Feira, 06 de Janeiro de 2017, 10h:31

POLÍTICA

Bastidores da posse na AMM: Desconfiança e saudade

Cícero Henrique

Parece brincadeira, mas é realidade. Na solenidade de posse da diretoria da AMM na noite de ontem,5, em Cuiabá, o Caldeirão Político ouviu diversos prefeitos. A maioria deles admitiu ter saudade do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Riva.

Eles (prefeitos) não querem que seus nomes sejam publicados, mas dizem estar cansados da "cara aguada" de Pedro Taques e Paulo Taques.

Segundo os prefeitos ouvidos, José Riva tinha um ritmo impressionante de trabalho, atendia a todos, retornava ligações e encaminhava todas as solicitações das prefeituras junto ao governo. Hoje não tem ninguém com esse ritmo em Mato Grosso, dizem.

Outra queixa dos prefeitos é que o governador e seu primo Paulo, "não cumprem o que falam". A queixa é que os acordos assumidos com os prefeitos não são cumpridos.

A própria solenidade de posse não teve o número de convidados esperado. A maioria dos prefeitos também diz acreditar que a denúncia de caixa 2 de Pedro Taques, feita pelo empresário Alan Malouf, é procedente. Muitos acreditam que Pedro Taques não concluirá o mandato e ainda que o deputado estadual Guilherme Malouf será preso em decorrência da operação Rêmora.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO