Domingo, 22 de Setembro de 2019

Mato Grosso

Domingo, 09 de Junho de 2019, 08h:04

JIU-JÍTSU

Atleta de VG representa Mato Grosso sem apoio do poder público

Alexander já tem vaga garantida para participar do próximo Mundial de Jiu-jitsu.

Cícero Henrique

Arquivo pessoal

Alexandre Gouveia Ortiz

Mais uma vez Mato Grosso terá um representante no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu 2019, que acontecerá no Ginásio Ibirapuera, em São Paulo, nos dias. O atleta Alexander Gouveia Ortiz tem levado a bandeira de Mato Grosso ao pódium, mesmo sem receber qualquer apoio do Estado, nem da prefeitura de Várzea Grande, onde reside.

O esporte nunca foi devidamente valorizado pela classe política e empresarial em Mato Grosso. Principalmente os esportes individuais. A maioria dos atletas se veem obrigados a 'mendigar' patrocínio. A maioria recebe ajuda financeira de amigos.

É o que vem ocorrendo com o atleta de Várzea Grande, Alexander Gouveia Ortiz, funcionário público que começou a praticar Jiu-jitsu em 2016.

Arquivo pessoal

Alexandre Gouveia

 

Em 2017, foi primeiro colocado em duas categorias no Estado de Mato Grosso. Também foi vice-campeão brasileiro de Jiu-jitsu em 2018 e conquistou o título de campeão mundial, contudo vem de uma trajetória esportiva sem nenhum apoio finaceiro por parte dos órgãos públicos, seja da prefeitura ou do Estado para custear despesas básicas de transporte e estadia. Alexander já tem vaga garantida para participar do próximo Mundial de Jiu-jitsu.

A maioria dos atletas mato-grossenses é 'usada' como 'palanque' por políticos que gostam mesmo é de tirar fotos ao lado dos campeões. Os atletas não precisam de fotos ao lado de vereadores, prefeitos, deputados e governador, eles precisam de ajudam financeira, pois representam o Estado lá fora e fazem mais bonito que a classe política que, de uma forma geral, atualmente está desmoralizada.

Apesar da falta de apoio, no ano passado Mato Grosso teve 90 atletas que se destacaram, sendo o estado com maior representação. Para competir eles viajam, na maioria das vezes, de ônibus. 

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO