Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Malagueta

Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 08h:00

PGR

SÉRGIO MORO QUERIA DELTAN COMO CHEFE DA PGR. BOLSONARO DISSE NÃO

Redação

Reprodução

Jair Bolsonaro e Sérgio Moro

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, queria que o presidente Jair Bolsonaro indicasse o procurador Deltan Dallagnol como novo procurador-geral da República.

O presidente disse não. E por duas vezes: antes de depois da “Vaza Jato”.

A revelação é do jornalista Kennedy Alencar, que afirma, em seu blog que Bolsonaro teme, segundo auxiliares, ser vítima de inquérito aberto por Dallagnol para tirá-lo do jogo eleitoral de 2022.

O jornalista lembra que as revelações da “Vaza Jata” mostram a corrupção do sistema judiciário e o modus operandi ilegal das ações de Deltan e Moro na força-tarefa da Lava Jato.

-- Ambos comportaram-se como justiceiros e extrapolaram seus poderes funcionais. Isso está maios do que provado série de reportagens de veículos sérios da imprensa brasileira e jornalistas profissionais que compartilharam o arquivo do “The Intercept Brasil”. Houve uma corrupção do sistema judiciário, afirma.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!