Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Malagueta

Terça-Feira, 09 de Outubro de 2018, 09h:10

GREVE EM CUIABÁ

PROFESSORES FAZEM VELÓRIO NA PREFEITURA

Cícero Henrique

Alan Cosme/HiperNoticias

Professores fizeram um velório simbólico na Prefeitura de Cuiabá

Professores da rede municipal de Educação em Cuiabá reclamam da falta de diálogo com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Nesta semana o movimento começa a 'endurecer', aumentando a pressão.

Ontem (8) realizaram um ato na Prefeitura com um velório simbólico. Outras ações devem acontecer durante a semana. A intenção dos professores é tornar pública a situação da categoria e a falta de diálogo com o prefeito. A greve começou no dia 1º de outubro.

Emanuel Pinheiro foi eleito na esteira do movimento sindical dos servidores do Poder Executivo, em contraposição ao governador Pedro Taques (PSDB). Pinheiro defendia os direitos dos servidores ao pagamento da RGA e fez disso a bandeira de sua campanha eleitoral. Agora na posição de gestor enfrenta uma greve no município que coloca à prova sua capacidade de administrar conflitos e garantir os direitos dos servidores público.

Reivindicações

Os professores reivindicam reivindicam 4% de ganho real nos salários, além da Revisão Geral Anual (RGA) que foi paga em junho. Eles ainda exigem melhoria na infraestrutura, realização de concurso público, progressão de carreira e o reajuste no pagamento da hora-atividade.

Na última sexta-feira (5) a Prefeitura encaminhou informalmente ao Sintep uma proposta de 3% de ganho real, acrescendo 0,5% em relação à anterior. A primeira proposta da prefeitura foi de 2,5%, sendo 1% pago em dezembro e 1,5% em janeiro de 2019. Ambas foram rejeitadas pela categoria.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO