Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020

Malagueta

Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 10h:05

NOVA CPMF

NOVA CPMF VAI PIORAR A VIDA DOS POBRES

Da Redação

Reprodução

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes

O novo imposto sobre transações digitais proposto por Paulo Guedes incidirá sobre operações de crédito e débito, compras online e transferências (exceto entre contas de mesma titularidade).

A cobrança incidirá sobre os mais pobres, cuja carga tributária é escorchante. Até a compra de comida por aplicativo será taxada, assim como o pagamento online de transporte por aplicativo, como Uber, 99 Táxi, etc.

Em troca, o ministro diz que vai acabar com a contribuição patronal de 20% sobre a folha de salários. A desoneração ajuda os empresários, mas os assalariados terão é prejuízo, já que Guedes propõe redução do FGTS.

É sim uma nova CPMF, travestida de imposto digital moderno. A única forma de escapar da taxação e realizar pagamentos em dinheiro vivo. 

O pior é que Paulo Guedes não trata o imposto, em nenhum momento, como transitório. Além disso, a alíquota inicial poderá sofrer majoração ao longo do tempo.

Além disso, o governo federal não diz como a receita dsas transações digitais serão aplicadas. O dinheiro dos impostos devem ser traduzidos em melhoria dos serviços públicos. O governo Bolsonaro sequer menciona esse assunto.

É inaceitável.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO