Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Malagueta

Segunda-Feira, 10 de Julho de 2017, 13h:08

DELAÇÕES PREMIADAS

NEGAR É PRECISO

Redação

A defesa de Pedro Nadaf negou de pé juntos que ele tivesse firmado colaboração premiada. Finalmente, no dia 3-07 a juíza Selma Rosane confirmou que a delação premiada de Nadaf foi homologada pelo ministro do STF Luiz Fux. O conteúdo permanece em segredo de justiça. 

Hoje o Estadão noticiou e a imprensa brasileira repercutiu, que o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Geraldo Riva, firmou delação na semana passada na PGR. Ele revelou, segundo o jornal, que o ex-governador Blairo Maggi ex-PR, atual PP, usou dinheiro de precatórios para pagar deputados estaduais em troca de apoio ao seu governo. Horas mais tarde o advogado de defesa de Riva, Rodrigo Mudrovisch, por meio de nota negou que seu cliente tenha prestado depoimento “com as informações mencionadas na reportagem”.

O que todos querem saber agora é até quando esse discurso será mantido. Todos sabem que José Riva já tem duas condenações de 22 anos cada e está fazendo de tudo para não voltar para a cadeia.

Por enquanto, negar é preciso, até para manter o compromisso com as autoridades. Ninguém é ingênuo e todos sabem que as delações de Pedro Nadaf, José Riva, Silval Barbosa, Alan Malouf e outras figuras tidas como ‘importantes’ vão jogar muitas reputações na lama e encerrar carreiras políticas tidas comopromissoras.

Novas operações estão previstas e não devem demorar.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO