Domingo, 21 de Outubro de 2018

Malagueta

Quarta-Feira, 10 de Janeiro de 2018, 15h:47

7 ANOS DE TRAMITAÇÃO

‘MENSALÃO DA TOGA’: CASO QUE APURA DESVIOS DE JUÍZES FEDERAIS

Bárbara Lobato

Reprodução

Estatua da Justiça

Com vários pedidos de vista que prolongam a duração do processo, o caso que envolve empréstimos fraudulentos feitos por magistrados federais, conhecido como “Mensalão da Toga”, se arrasta há mais de sete anos sem qualquer previsão de ser colocado em pauta. O caso apura o prejuízo causado a dezenas de pessoas ligadas à Associação de Magistrados Federais da 1ª Região (Ajufer) e à Fundação Habitacional do Exército (FHE/Poupex). O esquema, que ocorreu entre 2000 e 2009, consistia na tomada de empréstimos em nome de juízes associados, com base em falsificação de assinaturas e documentos. 

O imbróglio na Justiça teve início em meados de 2010, quando veio à tona que juízes federais se envolveram na obtenção de empréstimos fraudulentos realizados entre a Fundação Habitacional do Exército (FHE-Poupex) e a Associação de Magistrados Federais da 1ª Região (Ajufer), durante os anos de 2000 a 2009.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO