Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Malagueta

Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 08h:06

CASTELO DE CARTAS

"ESTARDALHAÇOS NA PGR E ALGUNS MPs"

Redação

Reprodução

Para Raquel Dogde, parlamentar petista usou o cargo para defender interesses privados; político recebeu quase R$ 100 mil da empresa Engevix

Toda corrupção, seja onde for, precisa ser combatida através de meios legais e principalmente dando o direito à defesa. Seja quem for que tenha cometido atos de corrupção comprovados tem que ser punido na forma da lei. 

Infelizmente o castelo de cartas vem caindo em algumas investigação que não foram aprofundadas. 

A Justiça absolveu o ex-presidente Michel Temer (MDB), dando mais um duro golpe ao "legado" de Rodrigo Janot, autor da denúncia. A sentença do juíz federal Marcus Vinicius Reis Bastos, do Distrito Federal, corrobora com essa tese dominante no meio juridico: o ex-PGR preferiu o estardalhaço à investigação séria.

Em outro caso, a procuradora do Ministério Público Federal pede a absolvição de Lula e Dilma.

Pelo jeito, vamos ver muita lambança ainda por parte dos membros do Ministério Público, que parecem sofrer da 'síndrome de artista'.

Já no caso de promotores, procuradores e até juízes que tenham cometido algum tipo de crime, deveriam ser punidos não com a aposentadoria, mas sim com a prisão. Atualmente, a 'punição' com a posentadoria compulsória equivale a premiação. Quem do judiciário chegou a destruir vidas e famílias, somente para encher o ego de uma minoria, não podem mais conviver em sociedade.

E tem mais: a imprensa não tem que estar ao lado de promotores, procuradores e membros do Judiciário, mas sim da verdade, seja ela de qual lado for, seja da direita ou esquerda, politicamente falando.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!