Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Nacional
Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 15h:49

SENADO

Senadores denunciam "acordão" para enterrar a CPI da Lava Toga

Redação

Pedro França/Agência Senado

Senador Alessandro Vieira (PPS-ES)

O auror do terceiro pedido para criar a CPI dos Tribunais Superiores no Senado, senador Alessandro Vieira, foi ao Twitter denunciar que há um 'acordão em Brasília' para pressionar parlamentares para retirarem assinaturas. Segundo Vieira, "vários senadores estão recebendo todo tipo de pressão"

Mais cedo a senadora Maria do Carmo (DEM) retirou a assinatura e alegou ter se 'equivocado' sobre o propósito da CPI. 

A senadora Selma Arruda teria sido ameaçada com cassação do mandato no TSE caso mantenha apoio à CPI da Lava Toga. A senadora teria sido pressionada pelo PSL, seu próprio partido e também do presidente Jair Bolsonaro. Este seria o motovo de sua decisão de sair do partido.

O senador Alvaro Dias também foi ao Twitter denunciar o 'acordão' e pedir ajuda para criar a CPI.

Senadores relatam que receberam telefonema de Flávio Bolsonaro pedindo para senadores retirarem suas assinaturas do requerimento.

twitte alessandro.jpg

 

Twitte Alvaro Dias

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO