Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020

Nacional
Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 06h:08

MPs

Congresso vê retaliação e deixa medidas de Bolsonaro ‘caducarem’

Redação

Valter Campanato/Agência Brasil

Analistas políticos, jornalistas e políticos acreditam que este ano não será fácil a vida do presidente da República, Jair Bolsonaro, com o Congresso Nacional. Tem duas medidas provisórias (MPs) consideradas pelo presidente Jair Bolsonaro como ações positivas de sua gestão devem perder a validade no mês que vem sem nem sequer passarem por análise do Congresso. As medidas, que tratam da emissão de carteirinhas estudantis e da publicação de editais de licitações em jornais, são vistas por parlamentares como retaliação do governo aos grupos afetados por essas novas regras. Por isso, serão arquivadas. 

Essas duas medidas são justamente para atacar aqueles que criticam sua gestão, como é caso do jornal Folha de S.Paulo.

Outro fator prejudicial para o governo em relação as diversas medidados que tramitam no congresso, é as eleições deste ano, onde deputados e senadores estão de olho no radar eleitoral.

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,congresso-ve-retaliacao-e-deixa-medidas-de-bolsonaro-caducarem,70003166579

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO