Terça-Feira, 25 de Fevereiro de 2020

Mato Grosso
Quinta-Feira, 30 de Janeiro de 2020, 12h:39

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR EM MT

Quanto custa um senador ao contribuinte

Cícero Henrique

Reprodução

Senado Federal

Em Mato Grosso todo mundo no meio político quer disputar a vaga da senadora Selma Arruda(Podemos) , que foi cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Até o momento são 30 candidatos, mas pode surgir mais nomes, isso sem contar os suplentes que estão bigando a tapas.

A eleição para o Senado em Mato Grosso terá um custo de quase 8 milhões de reais. É importante afirmar que durante os oito anos de mandato como senador, o eleito receberá nesse período cerca de R$ 3.1 milhão(3.168).

O salario do senador é de  R$ 33,7 mil. Além disso tem outros beneficios como auxílio-moradia e imóvel funcional, cota para o exercicio da aividade parlamentar(Ceap), verba transporte, passagens aéreas que gira em torno de R$ 30 mil a R$ 45 mil, despesas com saúde, Não há limite para despesas médicas dos senadores em exercício de mandato. O benefício é do parlamentar, cônjuge e dependentes com até 21 anos – ou até 24, se forem universitários. Eles têm direito a ressarcimento integral de todas as despesas hospitalares relativas à internação em qualquer hospital do país, caso não seja possível atendimento no serviço médico do Senado ou não utilize o sistema público de saúde. Despesas odontológicas e psicoterápicas são as únicas com limite: R$ 25.998,96 anuais para os senadores e sua família.

Ex-senadores também têm auxílio-saúde

Esse benefício não encerra uma vez que o parlamentar deixa o cargo: eles continuam tendo direito a 84.508 CH (coeficiente de honorários médios) todos os anos, o que significa mais de 32 mil reais (valores estimados em 2011). O uso do auxílio-saúde depende de questões básicas: o ex-senador deve ter exercido o mandato como titular por no mínimo 180 dias consecutivos e ter participado de sessão deliberativa no Plenário ou em Comissões do Senado Federal.

VERBA DESTINADA À CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

Senadores não têm verba destinada exclusivamente aos seus gabinetes. Porém, há o limite de nomeação de 11 pessoas de sua escolha pessoal para os cargos comissionados – em cada gabinete haverá mais 6 funcionários efetivos. De qualquer forma, a estimativa de gasto com cada gabinete gira em torno de R$ 82 mil mensais, segundo o Congresso em Foco e a ONG Transparência Brasil.

DEMAIS BENEFÍCIOS

Além disso, os senadores recebem também uma verba equivalente ao valor do seu salário no início e no final do mandato, para compensar gastos com a mudança. Somados, o salário e os benefícios de cada senador chegam a R$ 165 mil por mês. Juntos, os 81 senadores custam em média R$ 13,5 milhões ao mês e a um custo anual de R$ 160 milhões.

Vale ainda lembrar que nem todos os benefícios dos congressistas são de natureza monetária. Uma das vantagens do cargo é o direito ao foro privilegiado, um mecanismo que garante ao senador o direito de ter uma ação penal contra si julgada por tribunais superiores, e não pela justiça comum. Existem outras imunidades parlamentares, que você pode conferir aqui.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO