Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018

Mato Grosso
Segunda-Feira, 19 de Março de 2018, 15h:21

CLIMA ESQUENTA NA CÂMARA DE CUIABÁ

Presidente da CPI do Paletó é acusado de ter funcionária fantasma

Da Redação

Divulgação/Câmara de Cuiabá

Vereador Marcelo Bussiki (PSB-Cuiabá)

A CPI do Paletó está esquentando os ânimos e os envolvidos partem para o ataque.

Depois da decisão do Juízo da 4ª Vara da Fazenda Pública de Cuiabá que determinou a suspensão dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó, criada para investigar suposta quebra de decoro do prefeito Emanuel Pinheiro, hoje o denunciado foi o presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki.

O popular "Programa do Pop" levou ao ar uma reportagem denunciando a contratação de uma funcionária 'fantasma' pelo gabinete do vereador Bussik. Trata-se de uma senhora de 72 anos, aposentada, ex-servidora da Sinfra. Segundo a reportagem, a aposentada recebe salário de R$ 4 mil sem trabalhar.

Segundo o site Isso é Notícia, a denúncia teria sido feita para a TV Cidade Verde, afiliada da Band em Mato Grosso, pelo irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, conhecido como Popó.

A tendência é que a tensão aumente ainda mais e novas denúncias venham a público nos próximos dias.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO