Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018

Mato Grosso
Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018, 14h:13

CPI DO FUNDEB

Líder do governo assina requerimento de CPI para investigar desvios do Fundeb e Fethab

Jô Navarro

Reprodução

O deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), líder do governo Taques na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, confirmou para o Caldeirão Político que assinou requerimento para abertura de CPI para investigar denúncias de desvio de recursos do Fethab e Fundeb.

Dilmar negou que seu partido esteja se distanciando do governo Taques. Ele alega que "todos os problemas devem ser apurados".

A suspeita de apropriação indevida de recursos do Fundeb pelo Estado surgiu depois de uma declaração do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, de que o estado teria utilizado os recursos do Auxílio de Fomento às Exportações (FEX) para cobrir R$ 230 milhões que teriam sido retirados do Fundeb ao longo do ano. A utilização do recurso, de acordo com o parlamentar, teria sido para evitar problemas com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O requerimento de CPI já tem 16 assinaturas e deve ser lido ainda hoje (16-01) durante sessão extraordinária. Além de Dilmar Dal Bosco, assinaram o requerimento os deputados Allan Kardec (PT), Valdir Barranco (PT, Janaína Riva (PMDB), Silvano Amaral (PMDB), Romoaldo Junior (PMDB), Zeca Viana (PDT), Adalto de Freitas (Solidariedade), Mauro Savi (PSB), Oscar Bezerra (PSB), Adriano Silva (PSB), Zé Domingos Fraga (PSD), Baiano Filho (PSDB), Guilherme Maluf (PSDB) e Wancley Carvalho (PV).

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO