Quinta-Feira, 17 de Janeiro de 2019

Mato Grosso
Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018, 17h:49

ESQUEMA MILIONÁRIO

Ex- vereador Lutero é condenado à prisão

Redação

Reprodução

Lutero Ponce de Arruda condenado

O juiz Marcos Faleiros, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Lutero Ponce de Arruda, a 17 anos e oito meses de prisão por desvio de R$ 7,7 milhões do Legislativo municipal entre os anos de 2007 e 2008.

Todos os acusados poderão recorrer em liberdade da condenação.

O magistrado então condenou os nove pelos crimes de organização criminosa e fraude em licitação, com exceção de Hiram, devido à sua idade avançada. São as penas:

- Lutero Ponce a 17 anos, oito meses e 10 dias de reclusão e pagamento de 100 dias-multa, no valor de um salário mínimo o dia-multa;

- Ítalo Griggi Filho a 15 anos de reclusão e pagamento de 20 dias-multa, no valor do dia-multa em um trigésimo do salário mínimo;

- Ulysses Reiners de Carvalho a 17 anos, oito meses e 10 dias de reclusão e pagamento de 100 dias-multa, no valor do dia-multa em um salário mínimo;

- Leandro Henrique de Arruda Axkar a 15 anos de reclusão e pagamento de 20 dias-multa, no valor do dia-multa em um trigésimo do salário mínimo;

- Luiz Enrique Silva Camargo a 17 anos, oito meses e 10 dias de reclusão e pagamento de 20 dias-multa, no valor do dia-multa um trigésimo do salário mínimo;

- Ana Maria Alves das Neves a 15 anos de reclusão e pagamento de 20 dias-multa, no valor do dia-multa um trigésimo do salário mínimo;

- Hélio Udson Oliveira Ramos a 15 anos de reclusão e pagamento de 100 dias-multa, no valor do dia-multa em um salário mínimo;

- Atila Pedroso de Jesus a 17 anos, oito meses e 10 dias de reclusão e pagamento de 20 dias-multa, no valor do dia-multa em um trigésimo do salário mínimo;

- Marcos David Andrade a 15 anos de reclusão e pagamento de 100 dias-multa, no valor do dia-multa em um salário mínimo.
 
 
 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!