Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018

Mato Grosso
Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018, 10h:22

PARA NÃO PRODUZIREM NADA

Deputados de MT custam R$ 1,133 milhões por dia ao Estado

Cícero Henrique

Reprodução

Legislativo de MT caro e ineficiente

Em tempo de ajuste fiscal, reforma da previdência, sacrifício da população, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso deve aumentar despesas em 2018. 

Os deputados estaduais custam mais de R$ 34 milhões por mês ao Estado com despesas de  salários, verba indenizatória, salários de funcionários de gabinetes, verba extra para gabinete e combustível. Significa que o trabalho dos parlamentares custa o equivalente a R$ 1,133 milhão por dia.

Para quem não sabe o Legislativo de Mato Grosso é um dos menos eficientes dentre todas as Assembleias Legislativas do país.

A ALMT é a mais cara do país. Ou seja, se formos analisar custo e beneficio, não se tem nenhum beneficío para a população e sim um custo altissimo.

Além disso, essa fortuna é gasta com os deputados que comparecem a sessões de cinco a setes dias por mês, isso quando não falta quorum.

Exemplo dessa ineficiência foram as CPIs que não deram em nada. Para piorar, ninguém sabe quanto custa realizar uma CPI no legislativo de Mato Grosso.

É uma verdadeira caixa-preta.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO