Terça-Feira, 07 de Julho de 2020

Mato Grosso
Quinta-Feira, 07 de Maio de 2020, 08h:24

CPI DO PALETÓ

CPI do paletó ouvirá José Riva, Popó e perito

Redação

Reprodução

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Câmara Municipal de Cuiabá para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), aprovou na quarta-feira (6), em reunião remota, requerimento para ouvir o ex-deputado estadual José Geraldo Riva. Apenas o vereador Toninho de Souza, aliado de carteirinha do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, votou contra o requerimento.

Perito judicial

O segundo requerimento lido e aprovado pela comissão, de autoria do vereador Marcelo Bussiki, convoca o perito judicial Alexandre Peres, responsável pela transcrição do áudio encontrado na casa do prefeito Emanuel Pinheiro, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão feito pela Polícia Federal em setembro de 2017. A justificativa apresentada pelo autor, deve-se ao fato da divergência registrada entre a transcrição do áudio de autoria do requerido e a transcrição realizada pela Polícia Federal.

'Coxinha'

Também foi aprovada a convocação de Cleberson “Coxinha”, amigo de Silvio Cesar, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa, que foi o responsável pelo transporte de Alan Zanata, do aeroporto Marechal Rondon até a casa de Silvio, ocasião em que houve a gravação do áudio que vem sendo objeto de investigação da CPI, por entender que caracterizou uma tentativa de obstrução da justiça, como forma de beneficiar o atual prefeito.

Irmão do prefeito será convocado

Foi aprovado pela comissão o requerimento que dispõe sobre a convocação de Marcos Pólo Freitas Pinheiro, conhecido como “Popó”, irmão do prefeito da Capital, que é proprietário de um instituto de pesquisas em Cuiabá. O requerimento teve como justificativa, a necessidade de esclarecer o suposto pagamento de pesquisas por intermédio de recursos repassados por Silvio Cesar diretamente a Emanuel Pinheiro. A proposição também teve o voto contrário do vereador Toninho de Souza.

Outro requerimento votado e aprovado pelos membros da comissão parlamentar durante a reunião ocorrida na quarta-feira foi apresentado pelo vereador Toninho de Souza. Trata-se da revalidação dos documentos já produzidos pela própria CPI, na formação anterior, promovendo a sua ajuntada aos trabalhos atuais. O mesmo requerimento ainda prevê o envio de um pedido oficial por parte da Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Municipal de Cuiabá, para obter o compartilhamento de documentos e informações junto ao Ministério Público do Estado (MPE), Procuradoria Geral da República (PGR), Polícia Federal (PF) e Justiça Federal, que tratem de inquéritos ou processos correlatos à investigação em curso no legislativo cuiabano. Destacando-se que a delação do ex-governador Silval Barbosa já foi ajuntada aos autos da CPI.

Mais dois requerimentos foram aprovados, sendo um de autoria do vereador Luis Cláudio que solicita a apresentação do parecer do Ministério Público Federal sobre a possível obstrução da justiça na investigação em questão, e outro de autoria dos vereadores Diego Guimarães, Felipe Wellaton e Abílio Junior, solicitando o envio para o Conselho Superior de Justiça e Conselho Nacional do Ministério Público, a cópia de atas e vídeos das reuniões da CPI.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO