Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017

Mato Grosso
Quarta-Feira, 08 de Novembro de 2017, 07h:24

CÂMARA DE CUIABÁ

Com assinatura de Toninho, oposição emplaca CPI para investigar prefeito

Jô Navarro

Divulgação

Câmara Municipal de Cuiabá

A debandada do vereador Toninho de Souza (PSD) para a oposição resultou no seu apoio à criação de CPI para investigar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), que foi filmado recebendo dinheiro de Silvio Correa, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa. O vídeo é parte das provas apresentadas na delação premiada do ex-governador, familiares e colaboradores.

O requerimento para criação da CPI foi entregue na tarde de terça-feira (7) na Câmara e deverá ser lido em plenário na semana que vem.

A oposição conseguiu 9 assinaturas dos vereadores Toninho de Souza (PSD), Marcelo Bussiki (PSB), Dilemário Alencar (PROS), Felipe Wellaton (PV), Elizeu Nascimento (PSDC), Abílio Júnior (PSC), Sargento Joelson (PSC), Diego Guimarães (PP) e Gilberto Figueiredo (PSB).

Com o calendário de sessões em ritmo de fim de ano, com mais dois feriados à frente (15 e 20 de Novembro) a CPI não deve avançar muito até o final do ano.

O apoio de Toninho de Souza  foi criticado nas redes sociais por apoiadores do prefeito, que afirmam que ele queria ser o candidato prioritário de Emanuel Pinheiro para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. Como não conseguiu convence-lo, foi para a oposição e assinou o requerimento de CPI contra o prefeito, segundo aliados do prefeito.

Juara
A prefeita de Juara, Luciane Bezerra, também filmada recebendo propina de Silvio Correa, também será investigada por meio de CPI criada pela Câmara de Vereadores. Com votação unânime, esta CPI não parece convincente. 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO