Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Legislativo

Domingo, 02 de Julho de 2017, 08h:41

ASSÉDIO EM VG

Assédio: Vereador confessa que pediu transferência da GM Anjo

Cícero Henrique

Ainda repercute nas redes sociais o vexame nacional dos vereadores da Câmara Municipal de Várzea Grande que aprovaram, por 16 votos e 5 abstenções, uma moção de repúdio contra a guarda municipal Steffani Anjos da Silva, conhecida como ‘Anjo'. O motivo? Ela apenas cumpriu seu dever e multou os veículos dos parlamentares Neni Chimarrão (PTC) e Carlos Garcia (PSB), que estacionaram em local proibido.

A votação aconteceu na sessão do dia 28 de junho, a última antes do recesso legislativo. Além de aprovarem a absurda moção, alguns vereadores discursaram indignados, admitindo cometer infrações de trânsito.

O vereador Pedro Paulo Tolares (DEM), autor da moção de repúdio, admitiu, na tribuna, ter cometido assédio moral: “A Guarda Municipal, que atende pelo nome de Anjo já esteve no Paço Municipal, ela estava notificando os servidores, eu liguei para o comando da Guarda, pedi para que substituísse ela daqui, e novamente ela agiu da mesma forma, dá de entender pra mim, que ela é uma servidora revoltada com a função dela, ela só quer punir e não quer orientar”. Pedrinho é o líder da prefeita Lucimar Campos (DEM).

O caso é tão absurdo que foi noticiado em rede nacional pela TV Globo, no Jornal Hoje de sábado, 1. César Tralli não resistiu e disparou: “É inacreditável a cara de pau desses vereadores”.

Estes 16 vereadores, que trabalham pouco e ganham muito, demonstraram publicamente o quanto são despreparados, tacanhos e inúteis.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO