Domingo, 17 de Novembro de 2019

Judiciário
Segunda-Feira, 10 de Junho de 2019, 09h:30

APOSENTADORIA COMPULSÓRIA

Juízes aposentados compulsoriamente receberam R$ 10 mi nos últimos 6 meses

Redação

Reprodução

Conselho Nacional de Justiça

R$ 10 milhões em 6 meses. Este foi o rendimento bruto de 47 magistrados aposentados compulsoriamente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre 2008 e 2018. A 'pena' de perda do cargo e aposentadoria compulsória foi decorrente de tráfico de influência, desvio de recurso, conduta negligente e venda de sentenças, dentre outras.

Os dados constam nos portais da Transparência do CNJ, dos Tribunais de Justiça e do Estado da Paraíba.

A aposentadoria compulsória é a pena máxima prevista na Lei Orgânica da Magistratura para juízes vitalícios, que mantém os salários integrais ajustados ao tempo de serviço.

O ex-presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) Sebastião Teixeira Chaves recebeu nos últimos seis meses o maior valor, R$ 415.972,81. Ele teria desviado R$ 70 milhões dos cofres públicos de Rondônia.

As informações constam em matéria de Júlia Affonso para o jornal O Estado de São Paulo. Para ler íntegra da reportagem CLIQUE AQUI

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO