Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018

Internacional

Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017, 16h:13

BRASIL

Onde estão os políticos menos confiáveis do mundo?

Reprodução

Congresso Nacional

Pesquisa feita pelo Fórum Econômico Mundial entre 12.775 executivos de 133 economias avaliou os políticos de 137 nações.
Um dos pontos que o estudo investigou, cada um de nós, da república das bananas, sabe de cor: qual é o país que possui os políticos menos confiáveis do mundo? O Brasil despontou em primeiro lugar, e olhe que a investigação rolou entre fevereiro e junho deste ano, não chegou a pegar as manchetes mais recentes.
Em outras categorias, o país aparece melhorzinho: no levantamento geral, batizado de Índice de Competitividade Global, o Brasil consta na 80ª posição – uma acima em relação ao ano passado. Para o Fórum, o Brasil conseguiu se estabilizar após anos de queda no ranking. As instituições brasileiras subiram onze posições, ocupando o 109º lugar. O crescimento mostra, de acordo com o Fórum, que as investigações no país estão levando a mais transparência e à percepção de que estão sendo bem-sucedidos os procedimentos para combater a corrupção dentro dos limites da Constituição. Também são elogiadas as “ligeiras” melhoras nos índices econômicos do país.

Da revista Veja:

Em contrapartida, a pesquisa de opinião organizada pelo Fórum mostra uma crise de confiança entre o mundo empresarial e os políticos. Questionados sobre quanto era comum o pagamento de verbas extras ou propinas por empresas, as pessoas ouvidas pelo levantamento ranquearam o Brasil na 107º lugar, com 3,1 pontos – a nota 1 significa que a prática era muito comum. Sobre o desvio de fundos públicos, o país ficou na 134ª posição, com 1,8.

Judiciário e impostos

O Brasil ainda aparece na 59ª colocação, com 4,1 pontos, no tocante à independência do Judiciário. Quanto ao favorecimento do governo para empresas bem relacionadas, o país somou 2,3 pontos e ficou no 112º lugar. A percepção sobre a ética no mundo corporativo deixou o Brasil com 2,9 pontos, em 126º.

Para 18,6% dos entrevistados, os impostos são o fator mais problemático para fazer negócios no Brasil. Em seguida aparecem as regulações restritivas no âmbito trabalhista, com 12,5%, e a corrupção, com 12,3%.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO