Quinta-Feira, 16 de Agosto de 2018

Internacional

Domingo, 05 de Agosto de 2018, 11h:07

VENEZUELA

Maduro diz ter sofrido atentado e culpa Colômbia e EUA

Reprodução/Twitter

O governo dos Estados Unidos negou neste domingo (5) envolvimento no suposto ataque de drones contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ocorrido no sábado (4), durante um evento militar em Caracas. Maduro disse que o objetivo era matá-lo e acusou os Estados Unidos e a Colômbia de estarem por trás do incidente. Um grupo reivindicou a autoria da ação, mas pairam dúvidas sobre o que realmente ocorreu.

"Eu posso dizer inequivocamente que não há nenhum envolvimento do governo dos EUA nisso tudo", disse o assessor de segurança nacional dos Estados Unidos, John Bolton, ao "Fox News Sunday" em uma entrevista.

Em um discurso transmitido pelos canais de rádio e televisão oficiais, Maduro afirmou logo depois do incidente que os financiadores do que ele chamou de ataque estão na Flórida (EUA) e pediu ajuda ao presidente americano, Donald Trump, para enfrentá-los.

O presidente venezuelano também relacionou o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, ao incidente.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO