Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020

Internacional

Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 17h:52

MEGAEXPLOSÃO NO LÍBANO

Líbano precisa de ajuda internacional para enfrentar catástrofe após explosão

As autoridades informam até o momento a morte de 73 pessoas e 3.700 feridos

Redação com Agências

Twitter

Catástrofe, cena de guerra, desolação, desespero, devastação. As palavras parecem insuficientes para descrever o cenário e o sentimento dos libaneses após a megaexplosão, de origem ainda não identificada, que arrasou a área portuária de Beirute nesta terça-feira (04-08).

A nuvem em forma de cogumelo reavivou na população o pavor das bombas, da guerra. Em meio a tarde ensolarada, sob o céu azul duas explosões transformou instantaneamente a paisagem. As janelas dos edifícios foram estilhaçadas, caindo sobre transeuntes. Incêndios, pessoas feridas gritando por socorro, muitas presas sob escombros das próprias casas.

Imagem

As autoridades informam até o momento a morte de 73 pessoas e 3.700 feridos. Perplexo, o mundo olha para o Líbano e as histórias pessoais começam a ser contadas. O Líbano precisa de ajuda agora. Precisa de dinheiro, medicamentos, suprimentos médicos, precisa de comida.

O país vive uma recessão econômica profunda desde 2019, o número de suicídios relacionados à crise econômica aumentam, falta energia elétrica no país.

Imagem

Roberto Salone, encarregado de negócios do Itamaraty no Líbano informa que os danos materiais para os brasileiros na embaixada foram significativos.

"Houve uma procissão de ambulâncias logo em seguida à explosão", acrescentou Salone.

Imagem

Segundo a Cruz Vermelha, barcos foram mobilizados para resgatar pessoas que foram jogadas ao mar após a explosão. Também segundo a organização humanitária, ainda há gente presa nos escombros e dentro de suas casas.

Chorando, o governador Marwan Abboud (foto abaixo) comparou o cenário ao da explosão da bomba de Hiroshima no Japão durante a 2ª Guerra Mundial. "Parece o que aconteceu no Japão, em Hiroshima e Nagasaki. É disso que me lembro. Eu nunca vi destruição nessa escala na minha vida".

Imagem

Imagem

Imagem

(Imagens compartilhadas no Twitter)

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO