Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018

Internacional

Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018, 16h:46

PRODUÇÃO

Corte nas retenções pode estimular armazenamento de soja na Argentina

Redação

Reprodução

Produção e armazenamento de soja

Os produtores de soja na Argentina deverão segurar a oferta do grão, devido à diminuição gradativa da taxa de exportação aplicada à oleaginosa, diz análise do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês). 

De acordo com o plano estabelecido por Buenos Aires, até o final de 2018 a taxa que incide sobre os embarques agrícolas cairá para 24% - em dezembro de 2017 estava em 30% - e ao término de 2019 recuará para 18%.

Segundo analistas, a tendência de desvalorização do peso argentino ante o dólar é outro fator que poderá estimular os produtores a armazenar o grão, com vistas à possibilidade de obtenção de melhores preços mais adiante.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO