Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Internacional

Domingo, 27 de Outubro de 2019, 07h:29

UCRÂNIA

BEBÊ LUTA PELA VIDA APÓS MÃE AGREDI-LO E SAIR PARA UM ENCONTRO

Redação com Agências

Reprodução

Bebê agredido e luta pela vida

Um bebê luta por sua vida após ser atingido por um soco por alguém que deveria lhe proteger.

Como pais, temos a obrigação de cuidar e proteger nossos filhos. Isso não quer dizer que só fazemos isso porque precisamos, é claro. Fazemos isso porque os amamos mais do que qualquer outra coisa no mundo.

Com isso em mente, acho que não é possível entender como algumas mães e pais podem machucar seus filhos.

Mikyta é um bebê de um ano de idade que vive em Rivne, na Ucrânia, que foi espancado pela própria mãe, que não foi identificada, para que ela pudesse ir a um encontro.

Segundo o Daily Mirror, Mykyta foi encontrado deitado em sua cama, coberto de hematomas. Seu nariz estava sangrando e suas roupas estavam sujas.

Após ser examinado no hospital pelos médicos eles disseram que nunca haviam visto uma criança tão machucada. Sua mãe será acusada abuso e negligência contra a criança, ao mesmo tempo que o filho luta por sua vida.

Relatórios locais apontam que Mykyta vivia em um albergue social com sua mãe. Vizinhos preocupados, ao perceberem que a mãe do menino havia deixado ele sozinho em seu quarto foram procurá-lo.

Foi então que encontraram o bebê em uma condição horrível. O olho direito dele estava preto. Seu nariz estava entupido de sangue e ele mal respirava.

Mykyta foi imediatamente levado a cuidados intensivos, onde os médicos agora estão lutando para salvar sua vida. Os médicos assumem que ele sofreu fraturas no crânio, mas não podem examiná-lo neste momento devido à gravidade de sua condição.

Quando a mãe voltou para casa, foi presa e levada para interrogatório.

Enquanto isso, segundo informações o pai de Mykata, que tem 27 anos, não tem interesse no destino do garoto.

Deixe-nos saber o que achou porque sua opinião é muito importante para nós.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO