Caldeirão Político

Sábado, 30 de Novembro de 2019, 09h:36

PF encontrou acervo de obras de arte "idôneo a abastecer qualquer galeria de arte ou museu nacional"

Jô Navarro

Segundo manifestação da PGR no pedido de prisão da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, do Tribunal de Justiça da Bahia, a Polícia Federal encontrou em posse da mesma uma centena de joias, entre elas um colar de ouro. Além disso, havia dinheiro em espécie (dólares e euros), 100 mil reais, três relógios Rolex e muitas obras de arte.

"O padrão ostentado pela desembargadora, com muitos adornos aparentando joias, dinheiro em espécie de grande monta, obras de arte, bolsas, etc é acima do que seria esperado de uma servidora pública", afirma a PGR.

"Nesse sentido, deve ser reportado parte do acervo criminoso da investigada Maria do Socorro, idôneo a abastecer qualquer galeria de arte ou museu nacional, ante sua magnitude e consagração dos artistas colacionados", escreveu a PGR.

 


Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br