Caldeirão Político

Sexta-Feira, 25 de Outubro de 2019, 16h:11

“Pensando em se dar bem na vida? Monte um Partido Político”

Thiago Chamulera

Imagino que hoje o interesse em ser um bom engenheiro, médico ou seguir a carreira da magistratura já não é tão atraente. É verdade. Esqueça as solas de sapato judiadas, e o café com leite que pontualmente marca sua saída de casa ao trabalho todos os dias antes das 07h30. O negócio hoje é montar um Partido Político! Não se preocupe mais com português e matemática, não dê bola aos amigos que querem criar uma startup – negócio bom é montar um Partido Político.

Entre os Fundos Partidário e Eleitoral as siglas irão receber quase 3 Bilhões de reais, que serão manejados por seus caciques mandatários os quais decidem sobre o uso e o abuso destes recursos. Dinheiro público sim! Grande parte deste montante é derivado de dotações orçamentárias que nascem dos nossos impostos – se falta merenda ou não há vaga no posto de saúde isto não importa o que vale mesmo é montar um Partido Político.

Mas não se engane! O privilégio de usufruir destes recursos pertence a um grupo seleto dentro dos partidos, e claro, o seu João candidato a vereador no interior do Estado, jamais verá a cor ou o cheiro de uma cédula proveniente destes Fundos. Diante de tantas facilidades se torna difícil identificar ideologia. Cada vez mais promíscuos, os partidos não representam mais a sociedade e para grande parte do país não passam de oportunistas e meros viabilizadores de candidaturas. Mais difícil ainda é explicar para o cidadão que ele só poderá ser candidato se ele estiver vinculado a uma destas entidades “privadas”.

Em um país que caminha para o crescimento, a revolta com os partidos é diária. Precisamos privilegiar a vontade do eleitor e o compromisso do eleito exclusivamente com a população, e não com os interesses das bancadas e diretórios – menos Joices, Bivares e Waldires! Para isto é primordial buscarmos candidaturas independentes (existentes em vários países), desvinculadas de interesses partidários que hoje deturparam o conceito de democracia previsto na Constituição Federal. Por fim, indico que sejamos preconceituosos com aqueles que pretendem se beneficiar dos fundos eleitorais nas próximas eleições, afinal nada mais justo que o candidato arque com suas próprias despesas. Do contrário bom mesmo será montar um Partido Político.


Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br