Caldeirão Político

Quarta-Feira, 10 de Julho de 2019, 08h:46

Hackers revelam conversas de Jean Wyllys e David Miranda sobre envio de dinheiro e venda de mandato

Da Redação

Assim como as conversas dos procuradores da Lava Jato no aplicativo Telegram foram hackeadas, as mensagens trocadas entre o ex-deputado federal Jean Wyllys, Marcelo Freixo, David Miranda e Glenn Greenwald (The Intercept) também foram interceptadas por hackers.

Na última semana o grupo de hackers que se intitula 'Pavão Misterioso' divulgou no Twitter prints das conversas entre eles, bem como os números dos telefones e documentos pessoais. Os prints mostram conversas sobre a suposta trama de venda do mandato parlamentar de Jean Wyllys, que estaria utilizando um chip do Ceará, com DDD 85, para suas eventuais conversas, tratativas e negociatas.

O deputado Marcelo Freixo, segundo os prints divulgados, teria atuado como intermediário da negociata entre Jean, David Miranda e Glenn Greenwald.

Numa conversa entre Leandro Demori e Freixo, este estranha que Jean estivesse utilizando o DDD 85. Era o celular ‘limpo’ do psolista, sem possibilidade de grampos. Freixo se compromete de ligar para Jean para negociar a renúncia.

Noutro print, Jean Wyllys cobra de David Miranda o envio do dinheiro. David alega dificuldade para "mover esta quantia nesse momento sem acender o alarme". Wyllys, por sua vez, reclama: "Você colocou meio mundo na história David".

No Twitter, o grupo de hackers afirma ter áudios e que vai publicá-los em breve. Um dos prints divulgados pelo 'Pavão Misterioso' mostra uma conversa sobre os áudios que o The Intercept estaria editando para publicar.

 


Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br