Caldeirão Político

Terça-Feira, 09 de Julho de 2019, 13h:02

Obstrução: Oposição tenta evitar votação da Previdência no Plenário

Oposição está em obstrução para tentar impedir início da discussão do projeto de reforma da Previdência

Redação

A reforma da Previdência dominou o debate do Projeto de Lei 2999/19, do Poder Executivo, que permite ao governo antecipar o pagamento de peritos contratados pela Justiça Federal para atuarem em causas de segurados carentes contra o INSS pedindo revisão ou concessão de benefício. Partidos de oposição tentaram impedir a votação do texto para evitar que a pauta avance e seja iniciada a discussão da reforma da Previdência (PEC 6/19).

“Votaremos a favor desta matéria, mas estamos em obstrução contra a Reforma da Previdência, porque não queremos que ela seja votada hoje”, disse a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

O tema foi defendido pelo deputado Darcísio Perondi (MDB-RS). “Essa reforma da Previdência é fundamental para as gerações de hoje e para as gerações futuras, para garantir que os aposentados de hoje e de amanhã recebam e que seja diminuído o buraco fiscal”, disse.

As discussões antecipam o clima de expectativa sobre a votação da PEC 6/19 ainda hoje. Líderes de oposição e de governo se reúnem para tentar buscar um acordo de procedimentos.

Sem acordo

Partidos de oposição rejeitaram a proposta de acordo com o governo e decidiram obstruir a votação da reforma da Previdência. O chamado “kit obstrução” é um conjunto de procedimentos que incluem requerimentos diversos de adiamento de votação, de retirada de pauta e de verificação de votação que pode atrapalhar e adiar a votação da proposta.

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselman (PSL-SP), avaliou que, independentemente de o acordo ser fechado ou não, a reforma será aprovada. Ela aposta que o texto base terá apoio de 342 votos, incluindo votos de parlamentares de partidos da oposição.

“Vamos ter o quórum (para dar início à votação). Terminando essa sessão, a gente faz uma reunião para eventualmente saber se há um acordo, mas não faz diferença: ou vai no acordo com o debate longo e a votação sem obstrução ou com obstrução reduzida, ou com obstrução longa, a gente vence a obstrução e vota a reforma”, disse. “A oposição vai se surpreender com a votação”, provocou Joice.

Acompanhe ao vivo:


Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br