Caldeirão Político

Sábado, 29 de Junho de 2019, 09h:05

Até procuradores desconfiavam da parcialidade de Moro, mostram mensagens publicadas nesta madrugada.

Redação

Aceitar convite para ser ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PSL) logo depois de ter condenado o ex-presidente Lula (PT), seu principal opositor, foi um “erro crasso”. Na visão de diversos procuradores da República, inclusive de integrantes da força-tarefa da “lava jato”, Moro deu mais razão para quem o acusava de parcialidade e arriscou o “legado da ‘lava jato'”.

Ë o que mostram mensagens trocadas entre membros do Ministério Público Federal vazadas na madrugada deste sábado (28/6) pelo site The Intercept Brasil.

Veja a íntegra da nova reportagem:
 
https://theintercept.com/2019/06/29/chats-violacoes-moro-credibilidade-bolsonaro/

Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br