Caldeirão Político

Terça-Feira, 05 de Fevereiro de 2019, 05h:53

Pedro Taques aposta na ignorância do povo mato-grossense para se eximir de culpa pela quebradeira do Estado

Cícero Henrique

O ex-governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), afirmou que o ajuste fiscal foi rigorosamente cumprido e que todas as metas do ajuste anual foram cumpridas.

A realidade, porém, diz o contrário. Com a posse de Mauro Menses, em 1º de janeiro deste ano, veio à tona a verdadeira situação das finanças do Estado. Sem recursos até para a folha de dezembro do ano passado, Mauro Mendes mostrou ao povo mato-grossense um caixa absolutamente vazio para fazer frente a uma dívida imediata de R$ 2,2 bilhões.

Alguns membros do governo de Mauro Mendes falam em divida de 4 bilhões de reais.

Pedro Taques, que governou o Estado, aposta na ignorância do povo mato-grossense para impor sua versão que não encontra amparo na realidade.

A auditoria descobriu, também, um rombo no caixa da conta “outras obrigações financeiras”, assim entendidas aquelas obrigações restituíveis em que o Estado é apenas depositário, como consignados.

Dívidas com Organizações Sociais da saúde, dívidas com prefeituras do interior, além da folha de dezembro dos servidores.

Por negligenciar a aplicação desses recursos na educação e saúde, O MP já pede investigação contra o ex-governador.


Fonte: Caldeirão Político

Visite o website: caldeiraopolitico.com.br