Sábado, 28 de Março de 2020

Geral
Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 12h:36

SAÚDE

Dengue já matou duas pessoas em Mato Grosso este ano

Jô Navarro

Davi Valle/Sicom

Mato Grosso registra 117,5 casos de dengue para cada 100 mil habitantes somente até a primeira semana de fevereiro deste ano. São 3.926 casos registrados, aumento de 128% comparado ao mesmo período em 2019, quando foram registrados 1.722 casos. Pelo menos duas pessoas já morreram este ano por causa da dengue, um homem em Rondonópolis e uma mulher em União do Sul.

Os números constam no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT). Os dados são incompletos, pois muitos municípios não atualizam as informações no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Segundo os dados da SES-MT, dois municípios estão em situação mais preocupante, Rondonópolis (na região Sul de MT) e Sinop (503 km ao Norte da Capital).

Em Sinop, há alta incidência de doença. De janeiro a 7 de fevereiro, foram notificadas 597 ocorrências contra 185 no intervalo do ano passado. A incidência disparou, de 136,2 casos a cada 100 mil habitantes para 439,4.

Cuiabá aparece com 47 casos notificados, sendo 34 deles confirmados e um considerado grave. Em 2019, eram 76, uma queda de 38,1%.

A maior preocupação este ano é com a predominância do sorotipo DENV-2.

Prevenção

A forma mais eficiente de combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti, é eliminação dos criadouros. Para isso é preciso evitar água parada, embalar o lixo, não manter plantas em pratos com água, lavar com frequência os bebedouros de animais domésticos, manter as caixas d'água fechadas e não descartar lixo na rua ou terrenos baldios. Qualquer recipiente que acumule água, como copos descartáveis e tampinhas de garrafas, servem como criadouros. 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO